O Dom da Maternidade

September 14, 2015

      O dia 16 de julho é um dia marcante para os carmelitas do mundo inteiro, para a Comunidade Amigos de Jesus e para mim.

     Neste dia, celebramos a Bem Aventurada Virgem Nossa Senhora do Monte Carmelo, Mãe e Rainha do Carmelo. Ela recebe esse nome porque no ano de 1251 apareceu a um sacerdote chamado, Simão Stock, no Monte Carmelo e lhe apresentou o seu escapulário como uma veste que os carmelitas deveriam usar por toda a vida. Assim iniciou-se, então, a ordem dos Carmelitas que receberam este nome devido ao lugar onde apareceu a Virgem Maria.

     Sendo esta uma data tão especial para o Carmelo, e sendo ela dedicada a Nossa Senhora do Carmo escolhemos este dia, no ano de 2004, para fundar a Comunidade Amigos de Jesus que neste ano celebra 11 anos de fundação.

     Louvo a Deus por essa inspiração de escolher essa data para fundar, pois, em toda a minha vida tive sempre muita devoção por Maria, mas, por muitos anos não direcionava o meu olhar para nenhum título de Nossa Senhora.

     Foi nos meus anos de faculdade e depois nos primeiros anos de casamento que comecei a olhar para Nossa Senhora do Carmo com especial devoção. Sempre me chamava a atenção o fato de Maria carregar nos braços o Menino Jesus. Ao rezar diante da sua imagem entendia que quando pedia a sua intercessão, logo, logo já chegava até Jesus porque Ele estava ali bem pertinho dela.

     A figura de Nossa Senhora do Carmo foi, aos poucos, fazendo brotar em mim um forte desejo de experimentar a maternidade, por isso, um dos pedidos que fazia a ela era que eu recebesse o dom de ser mãe.

     Esse pedido não foi atendido rapidamente, durante os primeiros quatro anos do meu casamento não conseguia engravidar. Incomodada com as demoras de Deus voltava angustiada aos pés da Mãe e pedia a ela que atendesse o meu pedido.

     Foi no ano de 2004, no dia da Fundação da Comunidade, no Carmelo de Caratinga que mais uma vez disse a Maria: “Mãe, sei que inveja é pecado, mas, como te invejo de vê-la com o filho nos braços, porque não me dás essa graça?”.

     Passaram-se três meses e eis que o pedido foi alcançado, fiquei grávida! E não somente uma vez! Mas, oito vezes! Quanta graça! Às vezes, brinco que todas as vezes que à pedi, ela me atendeu. Hoje sou mãe de seis filhos que o Senhor me deu para cuidar e dois que o Senhor quis para Si. Uma maravilha! Nossa Senhora é testemunha de que muitas vezes pensei que nunca seria mãe.

     Diante dessa grande alegria do dom da maternidade, só posso agradecer a Deus por ter-nos dado uma mãe tão boa e amável que escuta as necessidades de seus filhos e não nos decepciona.

     Rogo a Deus que neste dia 16 de julho a Virgem Mãe do Carmo possa nos envolver com o seu santo escapulário, nos protegendo contra todas as armadilhas e ciladas no maligno e nos faça cada vez mais próximos e amigos do seu Filho Jesus!

     Nossa Senhora do Monte Carmelo, rogai por nós!

 

Kelly Emerick

Fundadora da Comunidade Amigos de Jesus

Please reload

                  ARTIGOS                 

Matrimônio, Fruto da História da Salvação (Parte III)

May 6, 2019

1/4
Please reload

Please reload