Família, escola para a vida


Nunca, em todos os tempos, se fez tão urgente realçar o valor da família na sociedade. Estamos vivendo tempos difíceis, acompanhamos pelos meios de comunicação às inúmeras violências nos grandes centros urbanos que geram em nós certa angústia e incerteza de tempos melhores. Diante de todos os problemas políticos, sociais, econômicos que enfrentamos e que, de forma direta ou indireta, atinge nossos lares, precisamos voltar os nossos olhares para a família.

A família é por excelência a célula da sociedade, não podemos nos atrever em resolver os grandes problemas da sociedade, mas temos nas mãos a chave para a construção de um mundo melhor.

Quando tiramos o nosso olhar da nossa família é quase que nos tornamos “míopes”. Não é possível ver além se não temos o olhar fixo na família que é a base.

Como pais, temos a obrigação de depositar todas as nossas energias na criação dos filhos. A nossa casa precisa ser uma escola para a vida, onde as crianças aprendam desde cedo a viver a verdade, a honestidade, a partilha, o perdão, de forma humana e sadia. É no período da primeira infância que o caráter e a família têm um papel importantíssimo na formação destes “pequenos homens e mulheres”, que serão os cidadãos comuns no futuro.

Cabe aos pais criar um ambiente cristão, rico em diálogo, testemunho de vida e amizade para que seja formado nas crianças um vínculo afetivo e humano capaz de promover em cada uma delas a formação espiritual e humana necessárias para enfrentar os problemas no futuro.

A própria Palavra diz para nós no evangelho de São Mateus 7,14: “Todo aquele que ouve estas minhas palavras, e as pões em prática, será como um homem prudente que construiu sua casa sobre a rocha”. Por isso, solidifiquemos nossa casa, nossa família nesta Palavra que se fez carne e enchamos o coração de esperança de vivermos em uma sociedade melhor.

Kelly Emerick

Fundadora da Com. Amigos de Jesus

                  ARTIGOS