Método de Ovulação Billings

September 21, 2015

 

       Desde a sua fundação em 2004 a Comunidade Amigos de Jesus vem trabalhando na Diocese, e até fora dela, com o método de planejamento familiar natural; o Método Billings. Mas o quê consiste este método? Ele funciona? A Igreja aprova?

       Bom, o Método da Ovulação Billings consiste em um método de planejamento familiar natural. Através deste método o casal pode planejar os seus filhos sem o uso de drogas como os anticoncepcionais, tão prejudiciais à saúde das mulheres e sem o uso do DIU, que é abortivo. Através da observação e da sensação do muco cervical que sai da vagina é possível determinar a fertilidade ou não da mulher naquele dia. Desta forma o casal não só pode espaçar os filhos, através da continência periódica, se assim o desejarem, mas também podem otimizar as chances de uma gravidez.

       Quando feito de forma correta, obedecendo todas as suas regras, o método possui 97% de eficácia comprovada pela Organização Mundial da Saúde (OMS); índice superior ao dos anticoncepcionais. O método tem sido aplicado até em países miseráveis como os do continente africano.

       A Igreja Católica, que é portadora da verdade, só aprova o uso de métodos de planejamento familiar que são naturais, como o método da temperatura, a tabelinha e o Método Bilings. Os métodos artificiais como os anticoncepcionais,a camisinha, o DIU, a pílula do dia seguinte e outros, ferem o caráter unitivo e procriativo do sacramento do matrimônio. O catecismo da Igreja Católica (CIC) e bem claro no parágrafo 2370:

       A continência periódica, os métodos de regulação da natalidade baseados na auto-observação e no recurso e no recurso aos períodos infecundos estão de acordo com os critérios objetivos da moralidade. Estes métodos respeitam o corpo dos esposos, animam a ternura entre eles e favorecem a educação de uma liberdade autêntica. Em compensação, é intrinsecamente má “toda ação que, ou em previsão do ato conjugal, ou durante a sua realização, ou também durante o desenvolvimento de suas conseqüências naturais, se proponha, como fim ou como meio, tornar impossível a procriação”.

 

Kelly Silva Pereira Emerick

Fundadora da Com. Amigos de Jesus

Please reload

                  ARTIGOS                 

Matrimônio, Fruto da História da Salvação (Parte III)

May 6, 2019

1/4
Please reload

Please reload