Setembro/2017 da Missão Terra Santa

October 10, 2017

       Estamos de volta com a Missão Terra Santa! Junho foi o último mês que escrevi sobre essa Missão, e nesse artigo contei-lhes que estava voltando para o Brasil e que somente retornaria no mês de setembro. Então, o mês de setembro já passou e eis que vos escrevo sobre esse retorno.

Saí do Brasil no dia 21 de setembro com o coração apertado e cheguei em Israel no dia 22, com alegria e esperança por este novo tempo que se inicia, mas, o coração continua apertado de saudades (risos).

       Dia 22 de setembro, sexta-feira, estava iniciando o ano novo dos judeus. O judaísmo tem um calendário próprio baseado nas fases da lua e, por isso, a contagem dos dias inicia-se ao pôr do sol, ou seja, o dia 22 de setembro e a virada do ano iniciou-se às 18 horas do dia 21 de setembro. O ano hebraico inicia-se nesse dia porque os judeus seguem a criação de Adão, que segundo a tradição hebraica seria esse o dia. Sendo assim, no calendário hebraico estamos no primeiro mês do ano 5778 d.A (depois de Adão). Foi nesse dia que cheguei em Israel. Não sou judeu, mas, para mim, também, se trata de um novo ano (risos).

       Até junho, quando fui para o Brasil, eu estava morando na Vila de Betfagé, em Jerusalém. Agora, estou morando no Mosteiro do Pater Noster. O Pater Noster fica situado no cume do Monte das Oliveiras, é aqui o local onde, segundo a Tradição, Jesus ensinou o Pai Nosso para seus discípulos. Neste local, tem um mosteiro carmelita feminino e eu moro na parte da hospedaria que antecede a entrada da clausura. No mês de maio deste ano, a Madre Marie-Agnés fez o convite para nós da Comunidade Amigos de Jesus para que eu viesse morar no Mosteiro. Então, eis-me aqui.

       A Comunidade Amigos de Jesus sempre cresceu à sombra do Carmelo, começando pela Fundadora do Carmelo Descalço, Santa Teresa de Jesus. Para aqueles que ainda não sabem, Santa Teresa é baluarte da nossa Comunidade e vemos nela grande modelo de vida de oração e intimidade com Cristo. Foi Teresa que escreveu o famoso poema intitulado “Só Deus Basta”. Por isso que, quando falo sobre esse novo tempo que se inicia, me refiro não só ao meu retorno para Jerusalém, ou sobre o novo ano acadêmico, mas, me refiro, sobretudo, ao novo tempo que Deus preparou para nós aqui, à sombra do Carmelo.

       Como já havia dito em alguns artigos precedentes da Missão Terra Santa, nós temos um profundo carinho ao Carmelo do Pater Noster. O nosso primeiro contato com as carmelitas daqui, foi em 2011, quando o Fernando, fundador da Comunidade Amigos de Jesus, conversou com a Irmã Maria José, carmelita brasileira que mora no mosteiro do Pater Noster. Esse encontro foi registrado pela Madre Marie-Thérèse em seu diário (quando a Madre morreu, as irmãs reuniram seus escritos e encontraram uma página em que ela narra esse encontro). Foi desse encontro que se iniciou, de certo modo, a Missão Terra Santa. Pois, foi a partir desse dia que se criou uma ponte que unia a Comunidade à Terra Santa.

       Em 2012, eu vim para a Terra Santa e morei por três meses aqui no Carmelo. Posteriormente, em 2014, Custer e Magna (casal membro da Comunidade), com sua filha Mariana, também moraram aqui por três meses. Em janeiro desse ano, quando Fernando e Kelly vieram a Terra Santa me visitar, foi aqui que eles se hospedaram. E agora, em 2017, a Missão Terra Santa volta para a sombra do Carmelo. As irmãs carmelitas nos tratam com muito carinho também, e nos veem como parte do Carmelo, como uma mesma família; é assim que a Madre me apresenta para os voluntários e visitantes do Carmelo.

       Na quarta-feira, dia 27 de setembro, começaram as minhas aulas. Agora, estudo em uma sala maior com outros 25 estudantes. Tenho aula de História da Igreja Antiga, Cristologia, Patrologia, Antropologia Teológica, Liturgia, Latim, Evangelhos Sinóticos, Cartas de Paulo, Direito Canônico das Igrejas Orientais e Arqueologia cristã. 

       Como no ano de 2016, tivemos a Santa Missa de abertura do ano acadêmico que reuniu estudantes de três faculdades de Teologia de Jerusalém. Ao todo somos mais de 150 estudantes dos mais diferentes países. São mais de 20 nacionalidades! Imagina a riqueza de tudo isso? Viver toda essa experiência é muito bom, é realmente uma grande graça de Deus! Depois da Missa tivemos um momento fraterno entre os estudantes e professores. Enfim, esse novo tempo da Missão Terra Santa só está começando. Continuem rezando por nós!

Leandro Perpétuo

Com. Amigos de Jesus

Missão Terra Santa

Please reload

                  ARTIGOS                 

Matrimônio, Fruto da História da Salvação (Parte III)

May 6, 2019

1/4
Please reload

Please reload