“O Brasil que eu quero”

May 5, 2018

       Nos últimos dias temos visto e ouvido nas redes sociais o movimento “O Brasil que eu quero”. Cada um manifestou o que deseja de mudança. É interessante como detectamos, facilmente, o que o outro precisa mudar e dificilmente conseguimos perceber a mudança que precisa acontecer em nós, e mais difícil ainda é que, mesmo percebendo em que precisamos mudar, temos dificuldade em assumir uma postura diferente. Se mudássemos essa frase para “A pessoa que eu quero ser”, talvez sim o país mudasse, porque as mudanças que vem de dentro são as que verdadeiramente promovem uma revolução.

       Anos e anos atrás os apóstolos passaram também por uma mudança e a experiência vivida por eles refletiu em todo o mundo – exatamente como deveria acontecer: de dentro para fora e a partir da mudança interior dos apóstolos nasceu a Igreja Primitiva. Mas que experiência foi essa? Vejamos o que narra a Palavra: “Quando chegou o dia de Pentecostes, os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído como de um vento forte, que encheu toda a casa em que se encontravam. Então, apareceram línguas como de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia expressar-se. Residiam em Jerusalém judeus devotos, de todas as nações que há debaixo do céu. Quando ouviram o ruído, reuniu-se a multidão, e todos ficaram confusos, pois cada um ouvia os discípulos falar em sua própria língua” (At, 2, 1-6).

       Antes do Espírito Santo vir sobre os apóstolos eles estavam trancados em um lugar, estavam com medo, sem atitude. Era necessário acontecer uma mudança, e a partir da experiência que cada um teve com o Espírito Santo se encorajaram e saíram pelo mundo para evangelizar, anunciar a Boa Nova de Jesus Ressuscitado e principalmente: dar a vida!

       Os apóstolos não viveram “o Brasil que eu quero”, foram além, viveram o “mundo que eu quero”, o mundo conhecido da época foi o limite para cada um deles e foi transformado a partir da transformação deles.

       Dias atrás celebramos a Páscoa e estamos esperando o Espírito Santo que vem. A data de Pentecostes é celebrada exatamente 50 dias após a Páscoa, por isso o nome: Pentecostes! Nesse dia a Igreja renova a experiência com a terceira pessoa da Santíssima Trindade, cumpre-se a promessa de Jesus que volta ao Pai e envia O Paráclito, O Advogado, O Consolador. E a Palavra também diz que “a promessa é para vós e vossos filhos” (Atos 2,39), ou seja, para quem desejar vivenciar a mudança.

A experiência vivida pelos apóstolos em Pentecostes não ficou engessada no tempo, não. A Igreja a cada ano renova essa promessa do Espírito Santo que vem.

       Posso testemunhar que a cada ano, fazendo a experiência dessa data, vou me tornando uma pessoa melhor e compreendendo um pouco mais do que o Senhor sonha para minha vida e da minha família. Estou muito longe de ser o que preciso ser, de ser “A pessoa que quero”, mas, a cada Pentecostes estou um pouco mais perto de Deus.

       Quando fazemos a experiência com o Espírito Santo, quando nos tornamos homens e mulheres repletos Dele, somos capazes de transformar nossa casa, nosso trabalho, nossa comunidade, as pessoas que convivem conosco, nosso bairro e por quê não nosso país? E quem sabe viver um “Brasil que eu quero?”; Porque a mudança partiu de mim, foi de dentro para fora!

       Deixo aqui o convite para que você possa desejar ser uma pessoa diferente. O que precisa mudar em você? O que precisa ser transformado, curado, libertado, renovado? Que pessoa você deseja ser? Não no sentido restrito, de futilidade, de materialidade, mas no sentido pleno, no sentido mais profundo enquanto ser humano, cristão, filho de Deus. A partir desse desejo, espere o dia de Pentecostes sedento dessa experiência, fale com o Senhor, deseje o Espírito Santo, clame por Ele e Ele virá! Virá sobre você e sua família e nos tornaremos pessoas melhores: eu e você. Nós e o país, nós e o mundo.

       Você e sua família podem vivenciar juntamente conosco essa data. Estaremos em retiro, em família esperando por esse dia. Veja nesse informativo o nosso convite para fazermos juntos essa experiência com o Senhor.

       “Vinde Espírito Santo!”

 

Shirley Siqueira Leal

Com. Amigos de Jesus

Please reload

                  ARTIGOS                 

Matrimônio, Fruto da História da Salvação (Parte III)

May 6, 2019

1/4
Please reload

Please reload