Família Martin, exemplo e modelo para as famílias modernas (Parte IV)

August 29, 2018

A FAMÍLIA MARTIN:

Luís Martin e Zélia Guérin e suas aspirações primeiras

 

       Luís José Aloísio Martin, nasceu na cidade de Bordeaux na França, no ano de 1823, era o terceiro dos cinco filhos de Maria Ana Fanny Boureau e Pedro Francisco Martin. A fé de seus pais era muito viva, tanto que, as pessoas ficavam impressionadas como Pedro recitava o Pai-Nosso e como Fanny era uma mulher de oração (MONGIN, 2011).

       Um homem tranquilo, piedoso, sensível e amante de leitura, eram os traços de Luís. Almejava entregar-se por completo a Jesus, no mosteiro de São Bernardo, mas, por não saber o latim, foi recusado na ordem. Por dois anos estudou a língua, para ser aceito no mosteiro, mas, uma doença interrompe seus esforços. Ele reconheceu nisso, um sinal de Deus e renunciou com tristeza à vida monástica.

       Maria Zélia Guérin, nasceu na cidade de Saint-Denis-Sur-Sathon, no ano de 1831. Isidoro Guérin e Luísa Joana, seus pais, tiveram três filhos e também saíram de uma forte tradição católica francesa. Zélia estudou no convento da Adoração Perpétua, tendo-se mostrado sempre excelente aluna. Desde cedo, sentia-se inclinada à vida religiosa, mas, assim como Luís, não teve êxito nesse propósito. Chegou a pedir admissão entre as Irmãs da Caridade de São Vicente de Paulo, mas, a superiora julgou que ela não tinha vocação para o claustro.

       Luís e Zélia tinham o mesmo desejo, de fazer a vontade de Deus e se tornarem santos. Não aceitos à vida monástica, buscaram entender a sua vocação, e ao se conhecerem perceberam que não foi obra humana, mas, a providência divina que os uniu. Recebem no dia 13 de julho de 1858, o sacramento do matrimônio.

 

Priscila Tuany S. Graciano

Com. Amigos de Jesus

 

<< PARTE III   |   PARTE V >>

Please reload

                  ARTIGOS                 

Matrimônio, Fruto da História da Salvação (Parte III)

May 6, 2019

1/4
Please reload

Please reload